Quem Somos

A Casa Agrícola AVR, S.A. é detentora da Quinta da Cortiçada desde 2005, altura em que António Vieira Rodrigues a adquiriu com o objetivo de produzir vinhos capazes de honrar a sua tradição secular.

Desde sempre ligado à terra e às suas origens, António Vieira Rodrigues, natural de Santa Catarina da Serra, no concelho de Leiria, cresceu no seio de uma família ligada à agricultura e “numa casa farta em trabalho, respeito e disciplina”. Foi com base nestes valores, e numa ambição própria de quem ousa crescer, que cedo começou a lutar pela sua independência económica. Desempenhou várias atividades, desde o fabrico de carvão, aos viveiros de plantas, passando pela agricultura e terraplenagens, até se dedicar à construção.

 

História

História

Desde o século XVIII que os terrenos que integram a Quinta da Cortiçada produzem vinhos. De geração em geração, os proprietários foram mudando, mas a tradição vinícola mantém-se ainda hoje.

Originalmente pertença do oitavo Marquês de Angeja, a quinta foi herdada pelo seu quinto filho, D. José Gaspar de Almeida e Noronha. Casado com uma senhora trinta anos mais velha, D. Mariana Roquette, D. José Noronha foi procurar consolo para a sua juventude nos braços de uma criada com quem teve quatro filhos. Foi a estes filhos ilegítimos que D. José deixou a Quinta da Cortiçada, ficando a frente dela a sua filha Mariana, casada com D. João Luís Botelho de Sousa Falcão. De mão em mão, a propriedade passou para a sua descendência, tendo sido vendida pelo seu genro Adriano de Oliveira Martins.

Em 2005, a Quinta da Cortiçada foi adquirida pelo seu atual proprietário, António Vieira Rodrigues, que mais uma vez deu a este espaço histórico um novo fôlego.

História
A Vinha

A Vinha

Os vinhos do Ribatejo já eram famosos antes da fundação da nacionalidade. Em 1170, D. Afonso Henriques refere-se aos vinhos do Ribatejo no foral da cidade de Santarém.


Com cerca de 90 hectares que se estendem por um amplo vale, os terrenos da Quinta da Cortiçada são afetados por um microclima que conferem um terroir único aos vinhos que aqui são produzidos.
O solo desta vinha, situada entre a Serra dos Candeeiros e o rio Tejo, é composto por areias muito semelhantes às da praia e é muito rico em água, fatores que desempenham um papel importante na maturação das uvas.
A brisa envolvente da Serra dos Candeeiros refresca as vinhas durante os verões secos, atribuindo suavidade e elegância aos vinhos.

As castas plantadas incluem:
Tintas: Castelão, Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Merlot, Aragonês, Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Syrah;
Brancas: Fernão Pires, Trincadeira-das-Pratas e Arinto.

A Vinha

A Adega

A Casa Agrícola AVR investiu na Quinta da Cortiçada de modo a modernizar a adega e produzir vinhos de grande qualidade.
A produção de vinhos tintos é realizada através de curtimenta e maceração intensa, em depósitos de inox, seguindo-se um estágio em barricas de carvalho francês ou americano para alguns lotes destinados a serem engarrafados.
Os vinhos brancos são elaborados a partir do métodos de “bica aberta” e fermentação, com controlo de temperatura.

 

A Adega

Mapa com a localização
É necessário ter javascript ligado para a ver este conteúdo.

Contactos

CASA AGRÍCOLA AVR, S.A.

Quinta da Cortiçada
2040-174 Outeiro da Cortiçada
Rio Maior – PORTUGAL

Tel.: 962 109 291 / 962 107 743

E-mail: geral@quintadacorticada.pt

GPS: 39°19'56.47"N | 8°48'22.97"W

Formulário de Contacto

Deixe-nos os seus dados, entraremos em contacto